domingo, 26 de abril de 2009



QUEM?

a) Jaime da Cila
b) Zaqueu
c) Edmur
d) Marcelinho do Alcindor
e) Major Felix da Mota Paes

sábado, 25 de abril de 2009

Diretu di Uóxitu!


O POBRE E O RICO

O rico correndo é atleta
O pobre correndo é ladrão
O rico com medo é nervoso
O pobre com medo é cagão
O rico mete na cama
E o pobre mete no chão

O rico usa brinco é playboy
Pobre usa brinco é viado
Pobre traído é chifrudo
Rico traído é enganado
Rico metendo é amor
Pobre metendo é tarado

Casa de rico é mansão
Casa de pobre é maloca
Doce de rico é bombom
Doce de pobre é paçoca
Pinto de rico é pênis
Pinto de pobre é piroca

Banheiro de rico é toillete
Banheiro de pobre é privada
O rico vai fazer xixi
O pobre vai dar uma mixada
O rico vai fazer coco
O pobre vai dar uma cagada

Zona de pobre é puteiro
Zona de rico é boate
Barco de pobre é canoa
Barco de rico é yate
Amante de rico é dama
Amante de pobre é biscate

O rico come lagosta
O pobre come chuchu
O rico viaja para Europa
O pobre viaja para Itu
Bunda de rico tem ânus
Bunda de pobre tem cu

O rico toca piano
O pobre toca corneta
O rico é que se masturba
O pobre toca punheta
Xana de rico é vagina
Xana de pobre é buceta

Música de rico é concerto
Música de pobre é macumba
Nome de rico é Estela
Nome de pobre é Raimunda
Rico só leva vantagem
Pobre só leva na bunda

Ingrid e Vanessa (produção)
Acho que é do Ary Toledo

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Consulta poética

ACABEI DE EXTRAIR UM DENTE ALEGREMENTE DE UMA PACIENTE QUE APARENTEMENTE NO SEU CONSCIENTE QUERIA ALGO MAIS INDESCENTE QUE UMA EXTRAÇÃO DE DENTE.

quarta-feira, 22 de abril de 2009

"Admiro a burrice, pois ela é eterna"

Não me lembro quem fraseou este pensamento, mas vem se encaixar muito bem na realidade do nosso velho Zorão.
Ultimamente percebo uma desagregação moral no mundo, e porque não, em Ouros também. Vários fatos me levam a pensar na minha cidade de uma forma mais racional, mesmo sabendo que em Ouros a emoção sempre fala mais alto.
Creio que isto é um erro, pois nossa cidade não cresce nem industrialmente, muito menos culturalmente... “Viver só embalado pela emoção não é nada sadio”.
Infelizmente nossa cidade se afunda num ódio eterno. A inveja e a fofoca cada vez mais criam forças; forças estas sustentadas por vagabundos que vivem delas.
Não sei dizer se apenas as discórdias políticas favoreceram esta decadência, mas tem sua culpa sim. Ouros ultimamente foi invadida por “fantasmas” trazidos por políticos que nunca amaram nossa cidade. Amaram apenas os impostos... É só usar a internet e perceber.
Dica: digite o nome de qualquer político da cidade no Google e entenderão o que estou dizendo.
Dica dois: não se assustem com a listra de processos judiciários dos mesmos.
Isolando ou não a parte política, vamos reparar na estrutura da cidade.
- A saúde anda bem? – Tenho certeza que não.
- O esporte tem incentivo? – O crescimento de usuários de drogas denuncia que não. As prefeituras que investem em esportes têm menor número de cidadãos usuários de drogas. (isto é estatístico)
- A educação ganha prêmios? – Faz muito tempo que não. Cachoeira de Minas foi premiada pelo ótimo resultado no último provão do ensino fundamental. E para exemplificar com lembranças, vamos lembrar-nos de quando minha Irma Mauricéa e a Rosely do Didi cansaram de serem premiadas pelo bom desempenho como diretoras escolar.
- E a estrutura dos prédios? – No grupão não dá nem para ir transar mais, tanto o descaso.
- E a segurança? – O crescente número de crimes com facadas provam que a segurança está uma merda.
- E o laser? – Ainda bem que tem o bom humor dos ourenses para nos divertir.
É muito triste ver minha cidade seguir este caminho, pois mesmo sendo totalmente contra os salameiros, acredito que a culpa pode ser de todos nós.
A paz em Ouros está indo embora e “a burrice tornado-se eterna”. Apenas tenho este diagnóstico: PURA BURRICE.
Está na hora (não é discurso político) de respirar mais tranqüilo. De rir mais. De abraçar mais. De pular mais carnaval, beber até cair, de brigar apenas nos campeonatos de invernos, de cumprimentar capivaras e salameiros, de convidar o vizinho para seu aniversário mesmo sabendo que ele pensa diferente de você, de ajudar a APAE crescer, de comer pastel no Jaime mesmo não sendo salameiro, de não invejar o carro novo que tal fulano comprou, de não criticar a roupa brega dos que moram em bairros mais pobres... De ter vontade de passear em Ouros.
É momento de refletir para onde queremos levar nossa cidade, pois se continuar assim “a burrice completará 347 ou 1234 anos”... Fica ao gosto de vocês!
Glauco Viana

quinta-feira, 16 de abril de 2009

INFORMATIVO

POVU DU ZORO informa:

O prefeito Zezeluf Pita Faria Magalhães recebeu verbas do Segundo Deus (Bilaquinho) para construção de uma passarela ligando os bairros da Chácara ao BNH.
Infelizmente a verba foi desviada para seu paraisópolis fiscal.

segunda-feira, 13 de abril de 2009

AMIZADE MODERNA

O mundo se modernizou e os sentimentos fluíram na mesma direção. O amor hoje tem outro cheiro, o carinho outra forma, a raiva outras artimanhas, e a amizade, outro valor.
Não dá para arriscar toda esta mudança na globalização, mas é um assunto que merece um espaço.
O que realmente se percebe é que todos os sentimentos seguiram uma linha não prevista. Disse: não prevista, mas aceita. O costume com o desenfreado crescimento fez uma reviravolta na intensidade e maneiras de amar, de ser pai, de ser irmão e de ser amigo.
A amizade foi a grande vítima deste processo todo. Ela se perdeu e está “perdendo a graça”. Talvez os “MSN”, Ipodes, celulares contribuíram para esta troca de papéis, mas o "buraco é mais embaixo". A amizade moderna não se apresenta mais como verdadeira, pois está perdendo aliados importantes como a confianca, o respeito, a naturalidade.
Hoje você não visita mais seu amigo de infância porque é aniversário do seu chefe. Você não vai dar um abraço no seu velho amigo que está internado porque o patrão de sua esposa vai promovê-la e terá uma festa.
Não digo que a amizade está falsa, ela está sendo capitalizada, globalizada, e porque não, banalizada.
Traição também é algo muito presente nas baladas, viagens de turma, blocos de carnavais ou até rodas de pagodes. O ser humano foi levado pelo tsuname anti-ético e trai na mesma “cara de pau” com que rouba a esposa do melhor amigo.
Moralmente ou não a traição faz parte do cotidiano cada vez mais cedo. As gerações atuais chegam ao mundo aprendendo a lutar pela vida usando “um jeitinho” de sempre passar a perna no semelhante. Talvez isto explica o sucesso dos vídeos games e o fracasso e esquecimento do pega-pega, esconde-esconde, salada mista, pimbolin...
A nova geração chega também mais agressiva. O uso precoce e moderno de drogas se reflete na frieza com que as amizades são construídas. Acontece que amizade é um sentimento racional...”Os manos” ainda não entenderam isto!
O mundo moderno está repleto de coisas erradas (se é que sei o que é certo), e a amizade segue o mesmo percurso.
É momento de reavaliar se tudo está ligado num mesmo processo. Pais, professores, amigos e inimigos não podem esperar para acreditar, o fato é verdadeiro. A realidade prova um crescimento tecnológico, industrial, comercial...e “diabo a quatro”... O que não deve ser permitido é uma desaceleração emocional de como amar seus amigos.


Glauco Viana

sexta-feira, 10 de abril de 2009

Um dia eu chego lá!

Existe no Senado Federal uma Diretoria para Copos Descartáveis. O Diretor ganha cerca de R$ 17.000,00! O trabalho dele e da sua equipe é manter os reservatórios de copos descartáveis sempre cheios. Brasiiiiilllll!!!

Nós temos os governantes que merecemos! Elegemos tanto presidentes quanto vereadores analfabetos! Somos comprados com notas de R$10,00 no meio do pão com mortadela! Que tristeza! Que ignorância! É assim que os coronéis se mantêm no poder. Comprando o prestígio com uma simples cesta básica. Não se importam com o desenvolvimento e poder de análise crítica da população.

Somente o fato de sermos, folcloricamente, Capivaras ou Salameiros, já nos dá a dimensão da lentidão do desenvolvimento intelectual pelo qual estamos passando.

Viva a vida! E não faça nenhuma cirurgia no Carnaval!

sábado, 4 de abril de 2009

1º de Abril - O Dia da Mentira

Estão dizendo que:
O Jaime vai baixar o preço da cerveja!
O Claudinei vai ficar feliz com o bar cheio de gente!
Vamos poder sentar no degrau da farmácia do PT!
O Ênio terminou com o Cléber!
Vamos ter uma ponte que passam dois carros ao mesmo tempo!
Capivaras e Salameiros, como num conto de fadas, tornaram-se civilizados!
O Pelau não vai mais vender salsicha!